Anchieta Guerra - 15 de Outubro de 2016 - (3996 já leram)

O PROFESSOR É MESTRE! Por Anchieta Guerra

Antigamente, para os alunos da época, depois de Pai e Mãe o nome que mais soava com satisfação e brilhantismo nos nossos ouvidos era a de: Professor (a). Tínhamos nos Professores (as), uma referência para absolver valores e exemplos na vida. Procurávamos, muitas vezes, associar a imagem do Professor (a), a nossa imagem, por enxergamos nele um diferencial, com relação às outras pessoas.
 
O Professor (a), por ser um “Mestre” – pessoa dotada de excepcional saber, competência, talento em qualquer ciência ou arte – nos ensina e nos transmite seus conhecimentos, nos capacitando para enfrentarmos o mundo a qual iremos encontrar mais adiante.

O Professor (a), ao longo dos anos, em toda história ocorrida inerente ao ser humano, tem sido formador e personalizador da educação de crianças, jovens e adultos. Infelizmente, hoje, não dão o valor necessário que o Professor (a) merece; Não reconhecem a importância devida do “Mestre”, no contexto educacional e na formação da intelectualidade humana, através do conhecimento.
Bravamente! O Professor (a), ainda persiste; Bravamente! O Professor, (a), ainda se “sacrifica” em detrimento ao saber!

“Tiro o Chapéu” para todos os Professores (a) do Brasil; “Tiro o Chapéu” para todos os educadores desse País, que são injustiçados pelas autoridades; que são injustiçados por uns inescrupulosos alunos, que acham que o Professor (a) é responsável pelas suas frustrações pessoais, adquiridas em casa!

Quero saudar Os Mestres! Quero desejar a todos vocês educadores que se engajam nessa tarefa árdua e difícil de executar, quando renunciam, muitas vezes, até da própria familiar para dá o melhor de si aos seus alunos! 

Para todos vocês, nossos Mestres, com carinho:

UM FELIZ DIA DO PROFESSOR (A)!!!

“No Brasil, o Dia do Professor é comemorado em 15 de outubro. No dia 15 de outubro de 1827, Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras".

Patos, 15/10/2016.
Anchieta Guerra 

Publicidade