Misael Nóbrega - 2 de Setembro de 2016 - (587 já leram)

"...LOGO EXISTO". Por Misael Nóbrega

O homem conquista com a mesma velocidade em que despreza - E, essa absorção se vulgariza, a partir do momento em que se acostuma - Os estorvos também são domesticados: A ansiedade, a fobia, o pânico, a depressão... Embora as imagens incertas exijam mais que a mortalidade. Dirigem-se aos subterfúgios como escapatória. E, paradoxalmente, tem nessa fuga... Um amparo - Talvez, a vontade de que tudo possa ser um grande engano. Revolvo a minha trajetória e encontro pedaços que poderiam ter sido mais bem costurados. No entanto, para que ressuscitar o passado? Isso pode nos levar a uma neurose definitiva. Nesse contexto, vejo que o mais vira uma (adorável) pergunta. Aliás, nesta vida, onde tudo é ímpeto, não há como experimentar... - Senão, os espasmos fantasmagóricos do que somos (e significamos), quem dera perguntar coisa alguma. Tenho a impressão de que apenas pensar não nos faz diferentes das outras criaturas.


Professor e Jornalista

Publicidade