Portal Correio - 12 de Dezembro de 2016 - (779 já leram)

PB registra média de 425 casos suspeitos de dengue por dia em menos de dois meses

O novo boletim de casos suspeitos ou confirmados de dengue, zika e chikungunya mostra uma evolução da dengue na Paraíba. Em 19 dias, o estado registrou mais 8.076 casos suspeitos de dengue, o que significa uma média de 425 novos casos suspeitos da doença a cada dia, entre 5 de novembro e 24 de novembro. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (12) pela Secretaria de Saúde do Estado.

No boletim referente ao período entre 1º de janeiro deste ano até o dia 5 de novembro, a Saúde registrava 35.938 casos prováveis de dengue. No boletim desta segunda, referente ao período entre 1º de janeiro a até 24 de novembro, os casos suspeitos de dengue passaram para 44.014.

Durante todo o ano, os dados mostram um aumento de 66,40% nos casos notificados de dengue com relação ao mesmo período de 2015 (janeiro a 24 de novembro), quando foram registrados 26.450 casos.

Ainda segundo os dados, entre janeiro e 24 de novembro foram notificados ainda 20.501 casos de chikungunya e 4.722 casos com suspeita de Zika vírus.

De acordo com o boletim, até o dia 24 de novembro foram registrados 108 óbitos suspeitos de arboviroses (doenças causadas pelos chamados arbovírus, que incluem o vírus da dengue, Zika e febre chikungunya), sendo 28 confirmados por chikungunya e sete por dengue.

“Diante da situação de óbitos, a Secretaria de Saúde recomenda a todas as Secretarias Municipais de Saúde intensificar as orientações sobre sinais e sintomas de dengue, chikungunya e zika e, em caso de adoecimento, o usuário deverá procurar, imediatamente, a Estratégia de Saúde da Família ou serviço de saúde mais próximo. Destacamos que a estratégia mais efetiva para evitar os óbitos é a detecção precoce dos casos suspeitos combinado com o manejo clínico adequado do paciente, de acordo com o agravo”, afirmou a gerente executiva de Vigilância em Saúde da Saúde do Estado, Renata Nóbrega.

Publicidade