Luanja Dantas - 23 de Dezembro de 2016 - (1612 já leram)

“Se a UPA do Campo da Liga for aberta em condições impróprias, a direção da Unidade será processada”, diz CRM

A inauguração e permanência do fechamento da Unidade de Pronto Atendimento – UPA Otávio Pires de Lacerda, localizada no Campo da Liga está gerando polêmica.

A UPA do Campo da Liga passou quase sete anos em construção e foi inaugurada na última última quarta-feira, feira, (21), pelo prefeito em exercício Lenildo Morais. Mesmo após a solenidade de inauguração, que contou com a presença de vários políticos e secretários municiopais, a Unidade não foi aberta à população.

Em entrevista ao maispatos.com, o diretor de fiscalização do Conselho Regional de Medicina da Paraíba, CRM-PB, João Alberto, disse que se a UPA do Campo da Liga for aberta em condições impróprias, a direção da Unidade será processada: “A UPA é uma Unidade de Pronto Atendimento que caracteriza atendimentos de urgência e emergência, mas a UPA do Campo da Liga não tem escala médica, não tem inscrição no Conselho de Medicina e nem  foi feito ainda nenhum tipo de vistoria, ou seja, o CRM já alertou o diretor da Unidade que caso ela seja aberta sem condições de funcionamento, ele será processado”, explicou.

Ainda segundo o CRM, os vários problemas na saúde do município  preocupam o órgão: “Tivemos recentemente a interdição do Hospital Infantil de Patos, devido a falta de escala médica, também encontramos inúmeras irregularidades no Hospital Regional de Patos e um relatório já foi feito sobre os problemas, e agora essa situação da UPA do Campo da Liga, que inauguraram, mas percebemos que não há estrutura para seu funcionamento. Isso nos deixa bastante preocupados, porque é a população que acaba sendo prejudicada no serviço que ~e tão essencial que é a saúde”, desabafou.

Segundo o diretor da UPA, Eulâmpio Dantas, os funcionários estão passando por treinamento para começar a trabalhar e algumas máquinas  serão ajustadas e até o final desse ano a UPA deverá estar funcionando normalmente.

Assim que a Unidade de Pronto Atendimento estiver funcionando, o CRM-PB virá a Patos realizar a fiscalização.

maispatos.com

Publicidade