Ricardo Souza - 19 de Outubro de 2013

Uma cidade centenária

A A
Por ocasião do Centenário da elevação de Patos à Categoria de cidade, o então prefeito constitucional, Dinaldo Medeiros Wanderley, baixou Decreto de nº 10, datado de 29 de agosto de 2003, instituindo a Comissão Organizadora das Comemorações, a partir de sua pessoa como presidente e os demais membros: Vice-Presidente, Marcos Antônio Araújo Leite; 2º Vice-Presidente, José Romildo de Sousa; 1º Secretário, Josecira Maria Gomes Agripino; 2º Secretário, Mércia Lustosa Félix Lins; 3º Secretário, Fabiana Coeli de Assis Wanderley Araújo; 1º Tesoureiro, Hígia Maria Trigueiro Lucena, 2º Tesoureiro, Thoyama César de Medeiros Nóbrega. O Conselho Consultivo foi integrado pelas seguintes pessoas e respectivas representações: Hermano Medeiros Wanderley - Poder Executivo; Nivaldo de Queiroz Sátyro - Poder Legislativo; Dom Manoel dos Reis de Farias - Igreja Católica; José Bonifácio de Sousa - Igreja Evangélica; Flávio Sátyro Fernandes - Escritor; Francisco Sátyro da Nóbrega - Maçonaria; Pedro Oliveira Alves - Imprensa Empresarial; Jurandy Luiz Ferreira - Rotary Clube; Albeni Paulo Galdino - Imprensa da Capital; Marcos Antônio César Barros - Lions e Luiz Gonzaga Lima de Morais - Imprensa.

A programação divulgada para ser cumprida de 01 a 27 de outubro de 2003, constou do seguinte: Apresentação da Logomarca Oficial do Evento; Exposição de Artesanato das Escolas Profissionalizantes; Sessão Especial dos três Clubes de Rotary; Retretas; Lançamento do Livro Paraíba Nomes do Século Monsenhor Vieira, escrito por Evandro Nóbrega; Apresentações de Grupos Folclóricos; Serenata da Saudade; Encontro Musical com Artistas da Terra; Projeto Cidadania e Saúde na Feira; Momento de Humor e Homenagem as Figuras Folclóricas; Aulas de Aeróbica; Encontro de Bandas e Fanfarras; Lançamento do CD Patos Te Amo Patos, da Filarmônica 26 de Julho; Exposição Cultural Itinerante pelas Escolas Municipais; Noite dos Seresteiros; Passeio Ciclístico; Demonstração Pública de Radioamadorismo; Homenagem ao Dia da Criança; Noite do Folclore; Plenária da Junta Comercial do Estado da Paraíba; Exposição de Artistas Plásticos Local e Convidados; Sessão Magna Conjunta das Lojas Maçônicas; Assembléia Especial do Lions; Retretas; Jogos Escolares do Município; Festa das Personalidades; São João Fora de Época com apresentações de Bandas e Quadrilhas Juninas; Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Cultura; Sessão Solene da Associação Comercial; Apresentação da Orquestra Sinfônica da Paraíba; Baile do Centenário; Instalação do Governo do Estado da Paraíba em Patos; Campeonato de Futebol para Veteranos; Ordem de Serviço para a Implantação da Rede de Televisão Canção Nova; Missa Solene; Inauguração de Obras; Sessão Magna do Grande Oriente do Brasil e nos últimos cinco dias a realização do Patos Fest - Carnaval Fora de Época. 
 
Dentro das comemorações alusivas aos 100 anos da elevação de Patos à categoria de Cidade, a Secretaria Municipal de Educação fez divulgar um edital instituindo Concurso para a escolha da Logomarca Oficial, com premiação de R$ 500,00 (quinhentos reais) para o trabalho escolhido, o qual passou a figurar em todos os espaços de divulgação do evento.

A grande vencedora foi Kerlany Béwily Oliveira de Sousa, natural do município de Patos, formada em Técnico em Enfermagem, tendo nas artes plásticas o seu principal hobby, desenvolvendo técnicas de desenho e pintura, casada com Rogério Barros, Designer Gráfico, residente na Capital do Sertão da Paraíba. 
Com relação à justificativa que constituiu a idéia da logomarca, uma das exigências estabelecidas no regulamento, a vencedora do Concurso, Kerlany Béwily Oliveira de Sousa, apresentou a seguinte exposição: ?A marca, através de suas formas artísticas exprime de maneira simples e abstrata, o progresso incessante, o desenvolvimento, as perspectivas e a criatividade da cidade e do seu povo, que o faz forte, desbravador e pacífico, completando cem anos de história, de luta e de sucesso, através de seus valores e de suas valorosas personalidades, pessoas amigas e acolhedoras que fazem de Patos, hoje, uma cidade centenária, que conseguiu e sempre conseguirá sobreviver e crescer diante de qualquer dificuldade?. 

Publicidade